WhatsApp
Facebook

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) deu início nesta segunda-feira (25) à campanha anual de vacinação contra a gripe em todo o Paraná.

Conforme orientação do Ministério da Saúde (MS), a campanha, que foi antecipada nas regiões Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, se estenderá até o dia 31 de maio, com o Dia D de mobilização nacional marcado para 13 de abril.

Para atender à demanda dos grupos prioritários, que totalizam 4.556.962 pessoas em todo o estado, o Paraná recebeu 440 mil doses da vacina, já distribuídas às 22 Regionais de Saúde. Segundo a pasta federal, mais doses serão disponibilizadas em remessas ao longo do período de vacinação.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, ressalta a aproximação do período de baixas temperaturas, aumentando a circulação dos vírus respiratórios. “A vacina é fundamental para reduzir os riscos de contágio e as complicações causadas pelo vírus da Influenza. Por isso, é crucial que a população dos grupos prioritários procure uma das 1.850 salas de vacinas distribuídas pelos 399 municípios para se imunizar”, alerta.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários, que incluem crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais, povos indígenas, trabalhadores de saúde, professores do ensino básico e superior, entre outros.

É importante destacar que a vacina contra a Influenza pode ser administrada simultaneamente às demais vacinas do Programa Nacional de Imunização, com exceção da vacina contra a dengue.

No ano passado, a vacinação da gripe no Paraná alcançou 55,40% de cobertura vacinal geral dos grupos prioritários e 52,61% de cobertura dos povos indígenas. Em 2023, foram notificados 996 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Influenza e 97 óbitos. No ano corrente, o estado registrou 37 casos e cinco óbitos de SRAG por Influenza, conforme o 2º Informe Epidemiológico de Monitoramento dos Vírus Respiratórios.

Além da vacinação, medidas preventivas como o uso de máscara, distanciamento social, higienização das mãos e a ventilação adequada de ambientes são recomendadas para evitar a disseminação da gripe, uma infecção viral que afeta o sistema respiratório, com sintomas que incluem febre, dor no corpo, tosse, entre outros.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook