WhatsApp
Facebook

Kazuco Akamine recebeu o título de Cidadã Honorária de Campina Grande do Sul em sessão solene realizada na segunda-feira (19), no Plenário da Câmara Municipal. O título foi concedido pelo ex-vereador Lucas Sehnem em reconhecimento pelas ações solidárias desenvolvidas pela homenageada.

Enquanto vereador em 2019, Lucas Sehnem apresentou o projeto de homenagem à Kazuco tendo como justificativa principal o trabalho social desenvolvido por ela através do Instituto Kazuco. À época os demais vereadores, por unanimidade, votaram favoráveis à honraria, que é considerada a mais importante concedida por um órgão público e destina-se à pessoas que contribuíram para a sociedade.  

Por conta da pandemia de covid-19, a entrega do título foi adiada, sendo possível a concretização da homenagem somente em 2022. “Ela é um exemplo de solidariedade, desenvolve um excelentíssimo trabalho voluntário em prol das crianças e das famílias campinenses. Foi isso que me motivou a entregar essa homenagem à ela”, disse Lucas Sehnem, hoje diretor de Agricultura do município.

A sessão solene foi presidida pelo vereador Felipe Veiga, com participação dos vereadores Ismael Moraes, Anderson Cardoso, Rene Renemann, Carol Mascarenhas, Amarildo Bandeira e Nilceia Falavinha, além das presenças da secretária municipal de Ação Social, Família e Cultura, Vanessa Dal Ponte; do secretário de Indústria e Comércio, Venício Ferreira; e do padre Messias. Um coral composto por crianças do Instituto Kazuco se apresentou durante a solenidade.

Em conversa com o Jornal União, Kazuco fez uma analogia do seu trabalho, comparando-o a um pássaro: “Estou levando algumas gotas de água no meu bico, para apagar o fogo” – de Paulo Coelho. Com base nessa frase, a homenageada acredita que seu trabalho é pouco diante de tudo aquilo que a sociedade necessita e chama a atenção para que todos se atentem aos problemas sociais existentes. “As necessidades sociais são imensas. É necessário toda a sociedade ter consciência e se mobilize pra amenizar um pouco dessa lacuna. Ser um voluntário e levar às pessoas um pouco mais de cultura, de educação, para que todas tenham uma vida digna e possam se tornar cidadãos melhores, esse é o segredo para uma sociedade mais justa”.  

Sobre a homenagem, Kazuco disse estar agradecida pelo reconhecimento. “Eu nem sei expressar meu sentimento, é uma mistura de gratidão com felicidade. Não pensei que fosse tão importante assim o meu trabalho. Cada um que falou publicamente se expressou de forma tão sensível, fiquei emocionada. Mas tudo que faço é pensando sempre no bem estar das pessoas. Estou muito grata por tudo isso!”, conclui.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook