WhatsApp
Facebook

O 29º Batalhão da Polícia Militar (BPM) programou para a noite de quarta-feira (23), a realização de um simulado de defesa territorial na BR-116, em Quatro Barras.

O objetivo, segundo o comando do 29º BPM, foi treinar os policiais para o caso de quadrilhas venham dominar a cidade para fins de furto e situações envolvendo, principalmente, agências bancárias.  A operação teve início com uma reunião entre os policiais na sede do 29º BPM, em Piraquara.  

A operação montou uma situação de ataque à empresa Enaex (antiga Britanite), com direito a perseguição policial, troca de tiros e utilização de drones para encontrar os “criminosos”. Tudo foi feito de forma segura, não utilizando arma letal. Houve simulação de bloqueios em alguns pontos estratégicos do município e ataques às guarnições da GM e da PM.

Conforme o scritpt do simulado, após roubarem a empresa de explosivos, os “bandidos” fugiram de carro pela BR-116 em direção ao posto Costa Brava, trocaram de veículo e empreenderam fuga pela região do Palmitalzinho, utilizando a Estrada da Graciosa.

Pag. 2 Drones Com Camera Termal Tecnologia De Infravermelho Que Permite A Identificacao De Calor No Corpo Humano Foram Usados Na Operacao ≪Strong≫Simulado De Ataque Da Pm Em Quatro Barras Tem Perseguição, Troca De Tiros E Drone  ≪/Strong≫
Drone Com Câmera Termal, Tecnologia De Infravermelho Que Permite A Identificação De Calor No Corpo Humano, Foi Usado Na Operação. Foto: Divulgação Pm

Durante o trajeto, os fugitivos foram surpreendidos por um bloqueio policial na altura da igreja do Palmitalzinho. Houve confronto entre “bandidos” e as equipes da ROTAM. Na abordagem, alguns dos meliantes fugiram pela mata fechada da região, mas foram localizados com a ajuda de drone com câmera termal – tecnologia de infravermelho que permite a identificação de calor no corpo humano, mesmo a vários metros de distância. A ação terminou com todos os envolvidos “presos” e levados à delegacia do município. 

Ainda dentro das instruções da operação, houve ataque à base da Guarda Municipal de Quatro Barras e à base da Polícia Militar de Campina Grande do Sul, com a obstrução do portão de saída das viaturas, simulação de disparos de arma de fogo em direção ao prédio das duas guarnições.

Ao todo 75 policiais, entre figurantes, equipes de apoio e equipes táticas, participaram do simulado. A operação também teve participação das Guardas Municipais de Quatro Barras e Campina Grande do Sul. A operação também foi transmitida pelo Youtube em tempo real.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook