WhatsApp
Facebook

O aumento dos casos de dengue em Curitiba representa uma séria ameaça à capacidade de atendimento de pacientes que necessitam de leitos para internamento emergencial.

Durante a Audiência Pública – Prestação de Contas da Secretaria Municipal de Saúde, realizada nesta terça-feira, 20 de fevereiro, na Câmara de Vereadores de Curitiba, a secretária municipal de Saúde, Beatriz Batistella Nadas, alertou para essa preocupação.

Segundo ela, o sistema de gerenciamento de leitos em Curitiba não apresenta problemas atualmente. No entanto, ressaltou que o sistema poderá enfrentar dificuldades diante de um aumento expressivo de pessoas necessitando de internação. A dengue, nesse contexto, representa uma ameaça significativa, pois pode sobrecarregar o sistema, especialmente a parte referente aos leitos de internação.

Beatriz Nadas destacou que os casos de dengue que demandam internação hospitalar são considerados emergenciais, o que acaba reduzindo a disponibilidade para procedimentos eletivos no sistema de saúde. Ela enfatizou o bom funcionamento da rede hospitalar, que opera no limite de sua capacidade, mas alertou que a batalha contra a dengue só será vencida com o engajamento da população, monitorando e eliminando possíveis focos de reprodução do mosquito transmissor da doença.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook