WhatsApp
Facebook

Em uma coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (25) em Pontal do Paraná, no Litoral, o delegado Jader Roberto informou que um inquérito foi aberto para investigar três homicídios culposos e 12 casos de lesão corporal decorrentes do desabamento da laje de um mercado. Ele destacou que a gravidade das lesões será determinada ao longo das investigações.

Roberto acrescentou que ainda é prematuro apontar culpados, mas a polícia está reunindo informações dos envolvidos na situação, incluindo a verificação do alvará de funcionamento do mercado e a espera pelo laudo da perícia técnica.

O delegado mencionou que todos os envolvidos, desde o proprietário do empreendimento até os familiares das vítimas, serão ouvidos pela polícia, incluindo os engenheiros responsáveis pelo projeto e execução da obra, bem como o fiscal.

Em relação ao gerente do supermercado, que não compareceu à delegacia alegando estar abalado emocionalmente, o delegado afirmou que ele será formalmente intimado a prestar esclarecimentos.

Jader Roberto ressaltou a magnitude da tragédia e a necessidade de investigar se havia irregularidades na estrutura do mercado, considerando sua recente inauguração e o desabamento ocorrido logo em seguida.

O desabamento da laje ocorreu durante a inauguração do mercado na sexta-feira (22), causando a morte de três funcionárias e ferindo outras 12 pessoas. A Prefeitura de Pontal do Paraná decretou luto oficial de sete dias em decorrência da tragédia.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook