WhatsApp
Facebook

O consagrado concerto instrumental “História do Choro” já tem data para acontecer em Quatro Barras. A apresentação está marcada para o esta sexta-feira (18) às 20h, no Auditório da Secretaria de Educação. A entrada é gratuita e a retirada dos ingressos começa às 19h do mesmo dia. O concerto é liderado pelo bandolinista Daniel Migliavacca e conta com a participação dos músicos Lucas Melo (violão 7 cordas) e Luís Rolim (percussão).

O concerto apresenta um panorama da história do Choro que, apesar de ser um gênero genuinamente brasileiro e a primeira música urbana do país, ainda é pouco difundido. O repertório, que conta com arranjos e direção musical de Daniel Migliavacca, homenageia compositores fundamentais do gênero, como Chiquinha Gonzaga, Joaquim Callado, Anacleto de Medeiros, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Garoto, Waldir Azevedo, Pixinguinha, Luperce Miranda, Jacob do Bandolim e chorões paranaenses, como o bandolinista Walter Scheibel.

A circulação é um desdobramento do projeto homônimo que, em 2019, promoveu uma série de 12 concertos temáticos no Teatro Paiol, em Curitiba, com direção musical de Daniel Migliavacca e participações especiais de músicos de destaque no cenário nacional dedicados à produção e divulgação do Choro pelo Brasil e pelo mundo. A cada edição, uma parte da história do Choro era contada através das principais obras do gênero e seus compositores. Na época, o projeto resultou num programa de televisão, com transmissão dos concertos na íntegra pela TV Paraná Turismo.

O projeto contempla outras 14 cidades paranaenses, como Ampére, Salto do Lontra, Chopinzinho, Ipiranga, Itapejara d’Oeste, Clevelândia, Honório Serpa, Contenda, Tijucas do Sul, Bocaiúva do Sul, Guaraqueçaba e Antonina, que já receberam o concerto. Ainda estão na programação as cidades de Balsa Nova (25/11) e Morretes (03/12).

Para Daniel Migliavacca, é uma alegria muito grande e também uma responsabilidade levar essa música para um público tão diverso. “Me sinto feliz com essa oportunidade de apresentar um pouco dessa música tão rica, que é o Choro, e de tocar esse repertório que eu adoro em lugares que eu nunca toquei”, conta.

O projeto foi aprovado no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (PROFICE) da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura | Governo do Estado do Paraná e possui o apoio da Copel.

Sobre Daniel Migliavacca

O bandolinista Daniel Migliavacca é um dos jovens representantes do Choro e do bandolim no Brasil. Tem se destacado em diversos projetos como instrumentista, compositor, arranjador e diretor musical. Já conquistou prêmios pelo Brasil como instrumentista e compositor e possui 7 CDs lançados. É bacharel em Música Popular pela UNESPAR (2011) e mestre em Música pela UFRJ (2019) tendo lançado uma série de Dez Estudos para Bandolim Solo contribuindo para o desenvolvimento técnico do instrumento no Brasil.
Recentemente, lançou o álbum “Pra ser Feliz” com seu quarteto em parceria com a cantora  Rogéria Holtz, e prepara, ainda para 2022, o lançamento do álbum “A Bossa Eterna de Raul de Souza” dedicado ao trombonista Raul de Souza, também com seu quarteto, e tendo como convidado o flautista e saxofonista Eduardo Neves.

SERVIÇO

História do Choro em Quatro Barras

18 de novembro às 20h, no Auditório da Secretaria de Educação

R. Nilo Fávaro, 100 – Centro, Quatro Barras

Entrada gratuita – distribuição de ingressos no local a partir das 19h

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook