WhatsApp
Facebook
Presidente da Fenaju, Cilene Sabino, destaca união pelo desenvolvimento e fortalecimento da economia

Confira a entrevista concedida pela paraense Cilene Sabino, presidente da JUCEPA – Junta Comercial do Estado do Pará e da FENAJU – Federação Nacional das Juntas Comerciais, ao portal do jornalista Guarany Junior.

Além de presidir a Junta Comercial do Estado do Pará, Cilene Sabino também ocupa a posição de presidente da Federação Nacional das Juntas Comerciais.

1. O que representa o cargo de presidente em nível de Brasil, sendo você presidente da Jucepa? 

 R- Representa o reconhecimento por um trabalho de toda uma equipe, com a certa o destaque para a região norte, pois levamos projetos da Jucepa para o todo o Brasil.  

2. Como é seu relacionamento com as demais entidades (juntas comerciais) de outros estados?

 R-Tenho uma relação excelente com os meus colegas presidentes de juntas comerciais, prova disso é que fui eleita presidente da Fenaju pela 3ª vez e por aclamação. 

3. Seu plano de ação está sendo executado como planejado? 

 R- Graças a Deus está sendo dentro do planejado e bem executado, apresentei recentemente aos presidentes das demais juntas comerciais alguns projetos que foram elaborados pela Jucepa, como por exemplo o Radar Empresarial, que é um monitoramento em tempo real de qualquer arquivamento que ocorra na Pessoa Jurídica vinculada à empresa monitorada; a Carteira do Empresário, que é uma carteira de identidade profissional para os empresários que se estabelecem no estado do Pará; o projeto de proteção ao CPF do usuário; e outros produtos que visam garantir um conforto para quem atua no ramo empresarial.   

4. Como você avalia a sua gestão até este momento?

 R-Avalio da positiva, pois a Federação também é responsável por incentivar em cada estado brasileiro o sistema de integração dos órgãos presentes aos processos de abertura, alteração e baixa de empresas, buscando celeridade nesse processo. Isso de certa forma é algo que contribui para impulsionar a economia no Brasil.   

5. O avanço tecnológico faz parte de suas estratégias?

 R- Eu destaco a padronização na coleta de dados realizada pelas juntas comerciais, o projeto visa buscar uma padronização nos processos e nas ferramentas, de modo a garantir ainda mais celeridade e facilidade para abertura de novos negócios. O projeto vem sendo capitaneado pelos senhores Sr. Aiua Reis, Gerente do Registro Mercantil da Junta Comercial do Estado do Pará (JUCEPA) com o Sr. Osmar Vitor, Diretor de Integração da Junta Comercial do Estado de São Paulo (JUCESP) e pelos senhores Sr. Aiua Reis, e com apoio de todos os integradores estaduais, nunca antes sonhado, com acompanhamento do DREI e sob a nossa supervisão.  

6.  Que eventos poderão acontecer ainda mais em sua gestão ?

 R- Além das reuniões mensais que irão ocorrer em Maceió, Teresina, Rio Branco, Macapá e Fortaleza, teremos em novembro teremos mais uma edição do Congresso Nacional das Juntas Comerciais (CONAJ) e do Congresso Internacional do Registro Empresarial (CIREM), no CRC em São Paulo, com a presença de autoridades em registro empresarial, e dirigentes de juntas comerciais.  

7. Qual a mensagem para a classe empresarial, para as instituições e demais grupos de influência em seu segmento de atuação ?

 R-A minha mensagem é que estamos unidos em favor do desenvolvimento e do fortalecimento da economia buscando diariamente a melhoria do ambiente de negócios em cada um dos 5.570 municípios deste imenso Brasil através da Juntas Comerciais, integradores estaduais, com novas medidas para desburocratizar os serviços e favorecer a vida do empreendedor. 

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook