WhatsApp
Facebook

Representantes da Prefeitura Municipal e Votorantim Cimentos S/A participaram recentemente de reunião técnica, a fim de definir tratativas para a realização da reconstrução da pavimentação da Avenida Industrial, que divide os municípios de Rio Branco do Sul e Itaperuçu.

Durante o encontro ocorrido na sede da empresa os envolvidos fizeram a atualização dos procedimentos obrigatórios, que antecipam a execução da obra, orçada em aproximadamente R$20 milhões.

Entre as iniciativas apresentadas está a divisão de competências entre a administração pública e a empresa, além de apontamentos técnicos, como a realocação dos 49 postes de energia elétrica instalados na via, licenciamento ambiental e ações decisórias para a captação de recursos.

Segundo a Prefeitura de Rio Branco do Sul, a ação trata-se de um trabalho conjunto sério, que ressalta o compromisso da gestão e da Votorantim, em melhorar a mobilidade, a qualidade de vida das pessoas e o desenvolvimento da região.

Estiveram presentes: prefeita Karime Fayad, Assessor Especial de Planejamento Alisson Ramos da Luz, Chefe de Gabinete Jucimara Dobrila, secretária de Desenvolvimento Urbano Débora Luiza Schumacher Furlan, secretário de Obras Públicas Mauro Cesar Lesniovski, diretora do Departamento de Obras Juceli Santana de Oliveira, Coordenador Executivo da Secretaria de Meio Ambiente Denilson Mendes dos Santos, (da Votorantim) Rodrigo Sansonowski, Victor Kotoviezy, Leidivan T. Cabral, Luiza T. Barcelos, Fernanda Ramos e Paulo Calaça.

A Avenida Industrial

Com uma extensão total de aproximadamente 4.1 km, a Avenida Industrial faz divisa entre os municípios de Rio Branco do Sul e Itaperuçu, ligando áreas industriais dos dois municípios.

Além de ser a principal rota de escoamento de minérios é percorrida diariamente pela população que trabalha ou reside entre as cidades.

Criada como via de trânsito rápido, devido ao fluxo intenso de caminhões pesados, utilizados para levar a carga aos seus destinos, foi se desgastando rapidamente ao longo do tempo, gerando risco à vida e prejudicando a logística e o ir e vir dos veículos menores.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook