WhatsApp
Facebook

O navio porta-contêineres MSC C. Montaine, de dimensões impressionantes, atracou no Porto de Paranaguá neste sábado (30), marcando um marco na história dos portos paranaenses. Com 366 metros de comprimento e 51 metros de largura, o MSC C. Montaine supera suas embarcações irmãs, MSC Elisa XIII e MSC Natasha XIII, recebidas nos primeiros meses deste ano. Ambas possuem, 366 metros de comprimento e 48,20 metros de largura.

O MSC C Montaine possui uma capacidade notável, podendo transportar até 15 413 TEUs (unidade de medida para contêineres de 20 pés de comprimento). Sua capacidade de carga é 6,7% superior à dos navios MSC Elisa XIII e MSC Natasha XIII (14.432 TEUs). A partida está agendada para esta segunda-feira (1º), com destino ao mercado asiático.

Gabriel Vieira, diretor de Operações da Portos do Paraná, destacou a significância deste evento, enfatizando que o Porto de Paranaguá foi pioneiro no Brasil a receber autorização oficial para operar navios deste porte, além de ser o primeiro a operar navios New Panamax. Ele ressaltou que a qualidade da infraestrutura e a segurança operacional permitem a recepção regular dessas novas embarcações, demonstrando a capacidade e confiabilidade do porto.

Para receber os meganavios, a Portos do Paraná está investindo em obras de derrocagem e serviços de dragagem para aumentar a profundidade do canal. Atualmente, no terminal de contêineres, o calado está em 12,3 metros nos canais principal e alternativo.

A movimentação de cargas pelos Portos do Paraná está em ascensão, com um crescimento de 19% na movimentação geral no primeiro bimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2023, totalizando 10,4 milhões de toneladas este ano contra 8,7 milhões de toneladas no ano anterior.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook