WhatsApp
Facebook

Segundo dados do Comex Stat, sistema de consulta de comércio exterior, o Porto de Paranaguá se destacou nacionalmente na movimentação de cargas do complexo soja (farelo, grãos e óleo) no início de 2024.

Em janeiro deste ano, o porto foi responsável por 37,5% das exportações brasileiras de soja, seguido pelo Porto de Santos, com 20,9%, e pelo Porto de Rio Grande, com 10%. O Comex Stat fornece estatísticas de comércio internacional de forma acessível e gratuita.

Durante o mesmo período, a Portos do Paraná movimentou um total de 1.822.656 toneladas do complexo soja. Destas, 1.177.616 toneladas foram de grãos de soja, representando um crescimento de 202% em relação ao mesmo período do ano anterior. O farelo de soja, utilizado na produção de ração animal, registrou a movimentação de 606.321 toneladas, um aumento de 118% em comparação a janeiro de 2023. Quanto ao óleo de soja, foram movimentadas 38.719 toneladas, uma queda em relação ao volume de 2023.

Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná, ressaltou a importância da estratégia logística para atender à alta demanda do mercado desde 2023, expressando otimismo quanto ao desempenho no primeiro trimestre deste ano.

Os resultados contribuíram para que a Portos do Paraná alcançasse um novo recorde de movimentação de exportação e importação em janeiro de 2024, com um volume total de 5.064.683 toneladas, representando um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano anterior. O principal destino das exportações foi a China, totalizando US$ 758 milhões em janeiro. As receitas totais para o mercado exterior atingiram US$ 1,82 bilhão (R$ 9,01 bilhões), marcando um aumento de 29,2% em comparação a janeiro de 2023.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook