WhatsApp
Facebook
Paraná registra 16 mil afetados pelas chuvas e declara situação de emergência em 5 cidades

As chuvas recentes causaram danos em várias regiões do Paraná, afetando 3.035 residências em 54 municípios e impactando 16.081 pessoas. Dos afetados, 1.270 estão desalojados, encontrando abrigo com amigos ou parentes, enquanto 311 estão desabrigados e foram acolhidos em abrigos públicos.

As localidades mais atingidas incluem Rebouças, Jardim Alegre, São Jorge d’Oeste, Cascavel, Peabiru, Mangueirinha, Curitiba, Paulo Frontin, Pinhão, Paula Freitas, União da Vitória e Sulina. As regiões central, sul, centro-sul e Campos Gerais sofreram os maiores danos no final de semana, enquanto o oeste, que registrou um tornado, teve impactos significativos na semana anterior.

As equipes locais da Defesa Civil, junto com o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil Estadual, estão trabalhando para resgatar pessoas em situação de risco e levá-las a locais seguros. A disseminação de alertas e informações por meio das redes sociais e outros canais de comunicação foi crucial para manter a população informada sobre as condições climáticas adversas.

As áreas mais afetadas já receberam assistência imediata do Estado, incluindo a distribuição de lonas e outros recursos de socorro. Além disso, foram fornecidos materiais de higiene, alojamento e telhas. Até o momento, mais de 18 mil telhas, 650 kits de dormitório, 584 kits de higiene e 484 cestas básicas foram distribuídos.

Várias cidades paranaenses enfrentaram chuvas intensas, com São Mateus do Sul registrando o maior índice de chuva acumulada no estado, seguida por Loanda, Inácio Martins, Irati, Campo Mourão, Guarapuava – Entre Rios, Paranavaí, Guarapuava, Cianorte e Umuarama.

As chuvas também causaram danos em rodovias estaduais, com ruptura do pavimento na PR-151 em Jaguariaíva e escorregamento de terra na PR-170 entre Guarapuava e o distrito de Entre Rios. Outras rodovias enfrentaram alagamentos temporários.

Copel e Sanepar

A Copel informa que várias equipes estão trabalhando para restaurar a energia elétrica após os temporais, com cerca de 32 mil consumidores sem energia, principalmente em Maringá e Sarandi. A Sanepar também alerta que algumas áreas podem enfrentar interrupções no fornecimento de água devido às chuvas, incluindo Campo Mourão, Ortigueira, Santana do Itararé, Jardim Alegre, Borrazópolis e Colombo, e pede que a população utilize água com parcimônia.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook