WhatsApp
Facebook
Paraná lidera geração de empregos no Sul com quase 71 mil novas vagas no 1º semestre

O Paraná destacou-se como o estado líder no Sul e o quarto no país em geração de empregos com carteira assinada durante o primeiro semestre de 2023. De acordo com os dados divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o estado registrou a abertura de 70.927 novas vagas no período de janeiro a junho.

A performance do Paraná na geração de empregos foi superior à soma de sete estados da região Norte, que totalizaram 61 215 novas vagas no mesmo período. Além disso, o estado ultrapassou Santa Catarina (61.533) e o Rio Grande do Sul (53.315) no ranking da região Sul. Apenas São Paulo (276.800), Minas Gerais (144.298) e Rio de Janeiro (74.387), estados mais populosos, ficaram à frente do Paraná no cenário nacional.

O mês de junho também contribuiu para o bom desempenho do Paraná, que registrou um saldo de 7.899 novos postos de trabalho formais. Mais uma vez, o estado liderou a região Sul nesse indicador. Enquanto Santa Catarina abriu 1.899 vagas e o Rio Grande do Sul teve um saldo negativo de 211 vagas, o Paraná continuou apresentando números positivos.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior ressaltou que a geração de emprego é reflexo da política de atração de investimentos no estado. O trabalho focado na busca de parcerias comerciais e na atração de novas indústrias tem impulsionado o mercado de trabalho no Paraná.

Saldo positivo

O sucesso no primeiro semestre é resultado do saldo positivo entre admissões e desligamentos, com 927.654 admissões e 856.727 desligamentos no período. A evolução das vagas abertas em todos os meses de 2023 ilustra a eficiência das ações implementadas pelo Governo do Estado para promover a abertura contínua de novos postos de trabalho.

O setor de serviços foi o principal responsável pela geração de empregos no estado no primeiro semestre, criando 40.791 novas vagas, o equivalente a quase seis em cada dez empregos gerados. Outros setores também tiveram desempenho positivo: a indústria, com 12.280 postos, a construção com 10.781, o comércio com 3.958 e a agropecuária com 3.117.

Setores

Em junho, o setor de serviços manteve sua posição como principal gerador de empregos, com 4.843 novas vagas, representando 61% do total no mês. A indústria, com 1.362 vagas, a construção, com 1.035, e o comércio, com 754, também apresentaram bons resultados. Apenas a agropecuária teve um saldo negativo de -95 vagas no período.

Quanto aos municípios paranaenses, 78% deles (311 cidades) apresentaram saldo positivo na geração de empregos no primeiro semestre. Curitiba liderou a criação de postos de trabalho, com 9.767 novas vagas, seguida por Londrina (4.580), Maringá (4.143), São José dos Pinhais (3.885), Cascavel (3.318) e outras cidades.

Municípios

Em junho, 62% dos municípios (249 cidades) tiveram saldo positivo, e Curitiba continuou liderando com 1.054 novos empregos formais. Outras cidades como São José dos Pinhais, Londrina e Maringá também se destacaram na geração de empregos no mês. O comprometimento do governo estadual com a atração de investimentos e a busca por parcerias comerciais têm sido fatores-chave para o sucesso contínuo na geração de empregos no Paraná.

Foto: Albari Rosa / AEN.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook