WhatsApp
Facebook

Na terça-feira (20), uma operação conjunta das polícias Civil, Militar e Científica do Paraná, resultou na prisão de 17 pessoas suspeitas de envolvimento na tentativa de um mega assalto contra uma transportadora de valores de Guarapuava, em abril deste ano.

Foram cumpridas 74 ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão, dessas algumas em Campina Grande do Sul. Dinheiro, celulares e outros pertences foram apreendidos na operação. A Polícia não confirmou se houve prisões de suspeitos na cidade, somente que os envolvidos tiveram participação em outros roubos registrados no município e em outras cidades do estado, sendo elas: Cerro Azul, Lapa e Quitandinha, além de crimes ocorridos em Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp) informou em coletiva de imprensa que três suspeitos morreram na ação, e que outros três estão foragidos. Sete armas foram apreendidas. Os investigados, conforme a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-PR), possuem passagens por outros crimes como roubo a banco e de cargas, tráfico de armas e drogas, extorsão mediante sequestro.

A Polícia acredita que os envolvidos se organizavam para realizar o chamado “domínio do município”, fechando os acessos das cidades e agindo com violência e armamento pesado, nos assaltos.

Ainda conforme a polícia, os alvos respondem pelos crimes de organização criminosa, latrocínio, incêndio e explosão, porte ilegal de armas de fogo e explosivos, dano qualificado, receptação, sequestro e cárcere privado.

Itens apreendidos na operação:

R$ 5.200,00 em espécie

8 relógios

Uma pistola 380

Uma placa de carro que estava escondida, enterrada

Celulares

Munições

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook