WhatsApp
Facebook
No mês da Consciência Negra, Colégio Campos Sales envolve alunos e funcionários na luta contra o preconceito

O Colégio Estadual Campos Sales, em Campina Grande do Sul, desenvolveu no último dia 25 de novembro ações em alusão ao Mês da Consciência Negra que contou com a participação de alunos, professores e funcionários da instituição. As atividades, que receberam também apoio da comunidade local, envolveram trabalhos e oficinas de conscientização sobre a cultura negra e as vertentes do racismo. 

As ações iniciaram, logo pela manhã, com a apresentação do filme Mulher Rei, seguido da Mostra Personalidades da Cultura Afro-brasileira do Século XIX e Cultura Africana no Espaço Geográfico. Os trabalhos também contaram com jogos africanos, o “Yoté”, oficina de bonecas Abayomi, oficina de pintura de rosto e tranças no cabeço. No campo da literatura, houve a exposição de cartazes de autores negros e frases de conscientização, incluindo o livro de Machado de Assis – “Negros e Suas Descobertas” e de Sônia Guimarães com “A Primeira Mulher Negra Doutora em Física no Brasil”.

O assunto Saúde não ficou de fora das atividades. Dentro desse aspecto foram abordadas as doenças em pessoas negras que contou com a biografia do médico Vinícius Thomas e o movimento ” Novembro Azul” e sua importância. No âmbito cultural foram apresentadas músicas típicas, além de um desfile de moda afro.

Acao Contou Com A Participacao De Alunos Professores Funcionarios E Comunidade Local No Mês Da Consciência Negra, Colégio Campos Sales Envolve Alunos E Funcionários Na Luta Contra O Preconceito
Ação contou com a participação de alunos, professores, funcionários e comunidade local

O diretor do colégio, Alexandre José Alves, destacou a importância das atividades no ambiente escolar. “O objetivo dessas ações foi proporcionar momentos educativos no sentido da valorização a diversidade de nossa cultura e, principalmente, da luta contra o racismo que infelizmente se evidencia em vários contextos de nossa sociedade”.

O evento terminou com um dos pratos mais conhecidos e populares da culinária brasileira, a feijoada, que foi preparada pelas merendeiras do colégio e oferecida durante o almoço. A iguaria milenar – que tem como ingredientes principais o feijão e a carne de porco – foi criada no período da escravidão do Brasil.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook