WhatsApp
Facebook
Iat Recebe Reforço De 457 Servidores Do Estado Para Acelerar Licenciamentos

O Instituto Água e Terra (IAT), órgão executor das políticas sustentáveis do Governo do Estado, fortaleceu-se em 2023 com a incorporação de 457 novos servidores, entre efetivos e residentes, por meio de concurso público e processo seletivo. Vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável (Sedest), o IAT atendeu antigas demandas, como licenciamento, fiscalização e outorga, com destaque para a emissão de 19.794 licenciamentos ambientais entre janeiro e outubro, uma média de quase 2 mil documentos por mês.

Os novos servidores desempenharam papel crucial em projetos do Governo do Estado, especialmente no processo de licenciamento ambiental de obras estruturantes decorrentes dos pacotes de concessão das rodovias paranaenses.

Um grupo técnico, composto por parte dos servidores aprovados no concurso público de 2021, atua para avaliar exclusivamente as demandas relacionadas aos contratos, como licenças para obras de duplicação, terceiras faixas, viadutos e contornos rodoviários.

O coordenador do grupo técnico, Jean Carlos Helferich, destaca a necessidade de alinhamento técnico com outros órgãos envolvidos na operação, como o Ibama, o DER/PR e o DNIT, para agilizar o processo ambiental de forma segura e eficiente.

Em paralelo, o IAT recebeu 199 especialistas por meio da quinta edição do Programa de Residência Técnica em Engenharia e Gestão Ambiental (RESTEC 5), em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Essa iniciativa, que integra profissionais recentemente graduados à gestão pública paranaense, visa elevar a excelência do trabalho desenvolvido pelo instituto. O programa oferece bolsa-auxílio mensal por dois anos e proporciona aos residentes o título de especialistas após a conclusão do período. O diretor-presidente do IAT, Everton Souza, destaca os benefícios mútuos dessa integração, contribuindo para a gestão ambiental eficiente no Paraná.

Foto: IAT

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook