WhatsApp
Facebook

O Hospital Pequeno Príncipe (HPP), em Curitiba, aumentou sua capacidade com a inauguração de oito novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Com a expansão para 76 leitos, o hospital poderá atender a 500 novos pacientes pediátricos por ano. A ampliação foi possível graças a uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde e a Volkswagen do Brasil, por meio do Programa Paraná Competitivo, com investimento de R$ 4,8 milhões.

Os novos leitos irão beneficiar crianças e adolescentes em tratamento clínico, pré-cirúrgico e pós-operatório nos serviços ligados à cardiologia. Essa ampliação também ajudará a equilibrar a alta demanda de pacientes de todo o Paraná que buscam tratamentos de alta e média complexidade oferecidos pelo Hospital Pequeno Príncipe.

A nova estrutura proporcionará mais acesso, segurança e qualidade no atendimento. O investimento permitiu a instalação de boxes individualizados, oferecendo uma melhor experiência para os pacientes.

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, destacou a importância da ampliação para o atendimento de crianças e adolescentes não apenas no Paraná, mas em todo o Brasil. O hospital é reconhecido nacionalmente por suas cirurgias cardíacas pediátricas, sendo uma das três instituições que mais realizam esse tipo de procedimento no país.

A parceria entre a Volkswagen do Brasil e o Governo do Paraná foi elogiada pelo diretor corporativo do HPP, José Álvaro da Silva Carneiro, e pelo diretor de Assuntos Governamentais da montadora, Luiz Ricardo de Medeiros Santiago, que ressaltaram o impacto positivo da iniciativa para o fortalecimento do sistema de saúde.

O Hospital Pequeno Príncipe é uma instituição sem fins lucrativos que destina a maioria de sua capacidade para atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Com 369 leitos, o hospital atende a 47 especialidades e áreas de atuação, realizando milhares de atendimentos e cirurgias anualmente. Em breve, uma nova unidade será construída no bairro Bacacheri, com investimentos provenientes de diversas fontes, incluindo recursos do Estado e da Itaipu Binacional.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook