WhatsApp
Facebook
Homem É Preso Em Campina Por Tráfico De Animais Silvestres E Arara É Resgatada

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) efetuou a prisão de um indivíduo de 52 anos por envolvimento no tráfico de animais silvestres. Durante a operação, realizada no último domingo (14) e segunda-feira (15) em Campina Grande do Sul, foi resgatada uma Arara Canindé, espécie ameaçada de extinção.

Segundo as investigações, que tiveram início há dois meses, o homem anunciava a venda de diversas espécies de animais silvestres, exóticos e domésticos em grupos de aplicativos de mensagens. A PCPR apurou que ele é suspeito de comercializar os animais para pessoas em todo o país.

“Entre as espécies anunciadas estão araras, jabutis e outros répteis, dromedários, Lhamas, Alpacas, todos sem autorização do Instituto Água e Terra (IAT), órgão ambiental estadual responsável pelo licenciamento destas atividades. Ele traficava os animais atuando em Curitiba, para distribuição de todo tipo de animal em todo o território nacional, ameaçado de extinção ou não, silvestre, exótico ou doméstico”, conta o delegado da PCPR Guilherme Dias.

Para facilitar o crime, o homem utilizava um veículo adesivado com seu sobrenome, telefone e a propaganda da atividade de venda de animais exóticos. Dentre as espécies de araras anunciadas estavam Macau, Vermelha, Azul e Canindé. Os valores cobrados pelo suspeito variavam de R$ 12 mil a R$ 100 mil por animal.

A prisão ocorreu durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão na propriedade rural onde o investigado mantinha os animais traficados. Durante a operação, foram apreendidos diversos documentos que comprovam a venda dos animais, o veículo utilizado na propaganda e uma gaiola usada para a guarda deles.

O homem pode ser responsabilizado pelos crimes de tráfico de animal silvestre, maus-tratos e fraude processual. A Arara Canindé resgatada foi encaminhada ao Criadouro Onça Pintada.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook