WhatsApp
Facebook

A obra original “Retrato de Érica”, apelidada de “Monalisa Parnanguara” pelo guarda portuário Amilton Lourenço, será exposta brevemente no Museu do Louvre, em Paris, de 18 a 20 de outubro. Amilton foi selecionado para exibir sua obra no Carrousel du Louvre, uma galeria comercial dentro do renomado espaço de arte francês. A exposição contará com cerca de uma dúzia de outras obras, esperando receber aproximadamente 30 mil visitantes por dia.

O convite para a exposição em Paris surgiu durante uma viagem em que Amilton e sua esposa Érica, que serviu de modelo para a pintura, encontraram um amigo que o incentivou a se inscrever no Salon International D’Art Contemporain, realizado duas vezes por ano. Amilton destaca que a área de exposição no Louvre é frequentada por milhares de pessoas diariamente, pois está localizada no subsolo, abaixo da pirâmide invertida, e não tem custo de entrada, apenas mediante convite via internet.

Amilton Lourenço, além de seu trabalho como guarda portuário em Paranaguá, dedica-se à sua paixão pela arte da pintura. Suas técnicas variam entre o realismo e o impressionismo, procurando equilibrar aspectos precisos com sugestões mais abstratas em suas obras. Ele menciona artistas como Joaquín Sorolla, Claude Monet e Vincent Van Gogh como suas fontes de inspiração, mas também segue uma rota pessoal em sua expressão artística.

O trabalho do artista pode ser conferido em https://www.behance.net/amiltonlourenco.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook