WhatsApp
Facebook

Não tem como falar da trajetória da Copo sem citar os colaboradores, afinal eles têm um papel fundamental no sucesso da organização, afirma a gerente de Recursos Humanos, Elainy Viante. “A Copo aposta pela igualdade de oportunidades no local de trabalho, incentivando a participação, o desenvolvimento profissional e a conciliação familiar de cada colaborador”, enfatiza.

Com o auxílio do departamento de Recursos Humanos da Copo, o Jornal União escolheu quatro trabalhadores de diferentes setores para que eles compartilhassem suas histórias de gratidão e carinho pela empresa.

Uma trajetória movida por oportunidades

Sempre buscando excelentes resultados no ambiente de trabalho, a assistente de Qualidade, Marlene Fátima Singolani de Góes, 52 anos, afirma que a Copo representa muita coisa em sua vida. São 23 anos – recém-completados em março – dedicados à empresa, na qual ela iniciou como auxiliar de produção. Natural da cidade de Santa Bárbara, no noroeste do estado, Marlene deixou sua terra natal e se instalou em Quatro Barras em busca de novas oportunidades.

E foi movida a oportunidades que ela construiu sua trajetória dentro da empresa. Foi na Copo que Marlene teve seu primeiro registro na carteira de trabalho, um sonho que ela mantinha após ter passado por empregos informais. Já na empresa, Marlene recebeu a oportunidade de se tornar líder de equipe com três anos de casa, até ser promovida ao setor da Qualidade, função que desempenha há 10 anos.

De todas as promoções que recebeu, a profissional afirma que elas sempre vieram através de seu esforço. “Nunca me candidatei para outros cargos, além daquele que fui contratada. As promoções vieram naturalmente pela minha dedicação. Construi parte da minha história aqui e só tenho a agradecer a Copo pela oportunidade”, diz.

Uma Trajetoria Movida Por Oportunidades Família Copo Brasil: Colaboradores Compartilham Histórias De Gratidão E Carinho Pela Empresa
Marlene Fátima Singolani de Góes, 52 anos, assistente de Qualidade na Copo Brasil. Foto: Elizio Siqueira / Jornal União

A acolhida dos colegas fez toda a diferença na função de Gislaine

O sorriso e o brilho nos olhos de Gislaine de Souza Fernandes, 36 anos, ao ser perguntada sobre o que a Copo representa, deixa claro o quanto o trabalho nesse 1 ano e cinco meses de empresa tem significado na vida dela. A auxiliar de produção mora em Colombo e demonstra gratidão pela oportunidade que recebeu.

Gislaine relembra que quando chegou na Copo enfrentou certa dificuldade para desenvolver a função, mas a receptividade, empatia e paciência dos demais colegas fez toda a diferença. “No início eu ia embora chorando, pois acreditava que eu não daria conta do trabalho. A acolhida dos colegas foi muito importante para me mostrar que eu seria capaz. Não é qualquer lugar que a gente tem isso, não!”, comenta.

Outro ponto positivo destacado pela profissional é o transporte fretado, fator que representa muito mais comodidade e segurança para ela e os colegas que moram distante do trabalho. Para Gislaine, buscar ser uma pessoa agradável e se dar bem com os demais membros da equipe é fundamental para o processo de crescimento da empresa.

A Acolhida Dos Colegas Fez Toda A Diferenca Na Funcao De Gislaine Família Copo Brasil: Colaboradores Compartilham Histórias De Gratidão E Carinho Pela Empresa
Gislaine de Souza Fernandes, 36 anos, auxiliar de produção na Copo Brasil. Foto: Adilson Santos / Jornal União

Diversidade e igualdade de gênero são fatores presentes na empresa

Quando o assunto é diversidade, inclusão e igualdade de gênero, a gerente de produção Keli Ratze, 41 anos, é exemplo de como na Copo as diferenças são respeitadas e valorizadas. Moradora do bairro Colônia Maria José, ela ingressou como auxiliar de produção, passou pelo setores da Qualidade e Engenharia, somando ao todo 24 anos de experiências na empresa.

Entre as características profissionais de Keli estão o foco no trabalho e o quão ideias e iniciativas podem fazer a diferença no ambiente corporativo. Uma de suas grandes conquistas foi a implantação do 1º departamento de costuras da Copo, um anseio não somente dela, mas de toda a equipe. Desde que foi implantando, o setor aumentou a confecção das peças ao mesmo tempo que reduziu custos. Nesse setor trabalham cerca de 120 colaboradores e destaca-se por ser o único do Grupo Copo no mundo.

Um dos momentos marcantes vividos por Keli enquanto gestora aconteceu há dois anos, quando um incêndio atingiu parte da fábrica. Segundo a gerente, apesar de difícil, o momento mostrou o quanto os trabalhadores estavam unidos para em reorganizar a empresa. “Reuni todos e disse que a Copo precisava de nós naquele momento. Foi emocionante ver cada membro da equipe empenhado na reconstrução da fábrica”, conta ela.

Diversidade E Igualdade De Genero Sao Fatores Presentes Na Empresa Família Copo Brasil: Colaboradores Compartilham Histórias De Gratidão E Carinho Pela Empresa
Keli Ratze, 41 anos, gerente na Copo Brasil. Foto: Elizio Siqueira / Jornal União

Ingressar na Copo era um dos objetivos profissionais de Valmir Pereira

Integridade é palavra chave que move o trabalho do eletrotécnico Valmir Pereira de Macedo, 49 anos. Ele é o profissional responsável pelo bom funcionamento do maquinário da fábrica. Em vias de regra, sem os cuidados e atenção dele a produção das peças pode literalmente parar.

Valmir ingressou na Copo como auxiliar de produção, se especializou em solda e pneumática e assumiu o cargo de manutenção, que o possibilitou conhecer o funcionamento de toda a parte elétrica da fábrica. A função foi um passo para ele iniciar em um novo curso, dessa vez na área de eletrotécnica, onde disputou a vaga na especialização com cerca de três mil candidatos. Após formado, foi então promovido, em 2007, ao atual cargo.

Se considerando ainda jovem na empresa, com 24 anos de carreira, ingressar na Copo foi para ele um dos seus objetivos profissionais. “Aqui eu pude me especializar, aprender novas funções e construir minha carreira. A Copo representa muito pra mim e minha família”.

Ingressar Na Copo Era Um Dos Objetivos Profissionais De Valmir Pereira Família Copo Brasil: Colaboradores Compartilham Histórias De Gratidão E Carinho Pela Empresa
Valmir Pereira de Macedo, 49 anos, eletrotécnico na Copo Brasil. Foto: Adilson Santos / Jornal União
WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook