WhatsApp
Facebook
Esperança de vida ao nascer atinge marca de 75,5 anos em 2022 no Brasil

A expectativa de vida ao nascer no Brasil em 2022 foi de 75,5 anos, de acordo com dados das Tábuas da Mortalidade divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo, baseado no Censo Demográfico de 2022, reflete pela primeira vez os impactos da pandemia de covid-19 na expectativa de vida, considerando que os números de 2020 (76,8 anos) e 2021 (77 anos) não incluíam as mortes pela doença.

O IBGE está revisando também os dados de anos anteriores, indicando que a esperança de vida no país em 2020 foi de 74,8 anos, dois anos a menos do que estimado anteriormente. Em 2021, ano com mais mortes pela pandemia, a expectativa foi de 72,8 anos, uma redução de 4,2 anos em relação ao estimado.

A pesquisadora do IBGE, Izabel Marri, destaca que a esperança de vida de 2022 representa uma recuperação em relação ao pior ano da pandemia. Em comparação com os anos pré-pandemia, as expectativas de vida foram: 2019 (76,2 anos), 2018 (76,1 anos), 2017 (75,6 anos) e 2016 (75,3 anos). Assim, a esperança de vida ao nascer em 2022 é a menor desde 2017.

Em relação aos sexos, a expectativa de vida para mulheres foi de 79 anos, abaixo dos 80,1 anos de 2019, e para homens foi de 72 anos, inferior aos 73,1 anos de 2019. A probabilidade de morte do recém-nascido em 2022 foi de 12,84 por mil nascidos vivos, superior aos 11,94 por mil de 2019. Entre os homens, a taxa foi de 13,94, enquanto entre as mulheres foi de 11,69.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook