WhatsApp
Facebook
Escola de Campina Grande do Sul realiza ação de coleta de lixo eletrônico

Alunos da Escola Municipal José Eurípedes Gonçalves, no centro de Campina Grande do Sul, lideraram uma campanha de conscientização ambiental que resultou na arrecadação de mais de 200 quilos de lixo eletrônico em menos de um mês. A empresa Reciclatech, especializada no setor, aderiu à campanha e fará a coleta dos materiais de forma gratuita.

A ideia do projeto partiu da professora Adrieli Silva dos Reis Andreatta, a partir de um conteúdo trabalhado em sala de aula sobre o avanço tecnológico dos meios de comunicação e o aumento consequente da produção de lixo eletrônico, muitas vezes descartado de forma inadequada. A escola já coletava pilhas, mas não havia na cidade um local para o descarte correto de outros tipos de lixo eletrônico. Com o apoio da direção, a coleta foi ampliada para abranger diversos tipos de materiais eletrônicos, visando seu descarte adequado.

Comunidade

A campanha de coleta envolveu não apenas os alunos, mas toda a comunidade escolar, bem como pessoas de empresas e da comunidade local, que trouxeram materiais eletrônicos de suas casas ou locais de trabalho para a correta destinação. A campanha terá uma segunda fase, prevista para a primeira quinzena de novembro.

Os resultados da primeira campanha foram impressionantes. Os alunos do 4º ano A da Escola Municipal José Eurípedes Gonçalves arrecadaram 200,4 kg de sucata eletrônica, incluindo computadores, eletrodomésticos, pilhas e outros itens, garantindo que esses materiais não fossem parar na natureza.

A Reciclatech, empresa especializada em reciclagem de eletrônicos, não apenas realiza a coleta gratuita de resíduos eletrônicos de pequenos volumes de residências, condomínios e empresas, mas também compra grandes volumes de materiais eletrônicos de empresas e indústrias, assegurando que seus clientes cumpram as exigências legais e suas responsabilidades ambientais.

Todos juntos

A aluna Sofia Gambeta Stczaukoski dos Santos 4ºano, destacou que esse trabalho ajudou o Meio ambiente. “Foi muito legal até pedimos que toda cidade junte o lixo eletrônico. Eu trouxe um celular estragado, agora sabemos que cada lixo tem seu lugar”.

Para professora Adrieli Silva dos Reis Andreatta “Foi um trabalho muito gratificante, a consciência ecológica é de extrema importância para o mundo em que estamos vivendo. Por meio do trabalho realizado em sala, foi possível contribuir para a formação dos alunos, e também para a preservação do meio ambiente, isso com certeza fará toda a diferença no futuro.”

“O Projeto do Lixo Eletrônico, possibilitou a conscientização dos alunos e comunidade escolar nos cuidados com o meio ambiente, preparando-os para atuarem na sociedade de forma consciente na importância da sustentabilidade, através da sensibilização e envolvimento de todos. Parabéns aos envolvidos! destacou a secretária da educação Simone Ferrarini de Souza.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook