WhatsApp
Facebook

Nos últimos cinco anos, o Paraná registrou uma significativa melhoria no tempo de abertura de empresas. Em janeiro de 2019, o estado era o segundo mais lento nesse processo, mas em fevereiro de 2024, passou a ocupar a segunda posição como o mais ágil, após esforços conjuntos do governo estadual e prefeituras para reduzir a burocracia e acelerar os procedimentos digitais. A diminuição foi de 201 horas, o equivalente a mais de uma semana.

Naquele primeiro mês registrado pelo sistema RedeSim, a Junta Comercial do Paraná (Jucepar) levava 8 dias e 18 horas para processar a abertura de uma empresa, ficando atrás apenas de Santa Catarina, que levava 9 dias e 4 horas. Em fevereiro de 2024, a Jucepar estabeleceu um novo recorde, concluindo o processo em apenas 9 horas e 32 minutos. O estado ficou atrás apenas de Sergipe, que levou 5 horas e 22 minutos para o mesmo processo.

Essa evolução coloca o Paraná à frente da média nacional, que, em janeiro de 2019, era de 5 dias e 13 horas, e agora é de 1 dia e 3 horas, ainda mantendo uma vantagem de 18 horas em relação ao estado.

Além disso, nos últimos dois anos, o Paraná não levou mais de um dia para abrir uma empresa. A digitalização completa dos processos pela Jucepar em 2019 foi apontada como um dos principais fatores dessa melhoria, juntamente com a mudança na gestão do órgão e a implementação do programa Descomplica Paraná e do Decreto de Baixo Risco, que isentou mais de 770 atividades econômicas da emissão de licenças na abertura de empresas. Essas medidas visam impulsionar o ambiente de negócios, facilitando a vida do empreendedor e promovendo o desenvolvimento econômico do estado.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook