WhatsApp
Facebook
Defesa Civil apresenta ações realizadas após o vendaval ocorrido na quarta-feira

A Coordenadoria de Defesa Civil, responsável pelo planejamento, coordenação e gestão de ações de proteção e defesa civil no município, divulgou o resultado dos trabalhos realizados após a passagem do ciclone extratropical que afetou a região na noite de quarta-feira (12/07).

Os ventos fortes, com velocidades entre 70 e 100 km/h, causaram danos em diversas áreas, incluindo equipamentos públicos como a tenda do CRAS e o alambrado da quadra anexa à escola Jueli Costa Rosa Polonha, que precisaram ser interditados para reparos.

Durante as operações, foram realizadas vistorias em residências no bairro La Santa devido à queda de árvores. Situações semelhantes foram identificadas na Rodovia dos Minérios, nos Km 27 e 28, onde ocorreu a desobstrução da via pública para permitir o acesso aos moradores.

Na Rua Basílio Ismael da Silva Muller, no bairro Madre, foi necessário realizar o corte e remoção de um pinheiro que havia caído sobre uma residência. A equipe da Secretaria de Meio Ambiente prestou apoio nesse trabalho.

Outro atendimento ocorreu na região rural do município, no Tigre, na área conhecida como São Pedrinho, onde uma família teve a casa parcialmente destruída. Profissionais da Secretaria de Assistência Social e Habitação acompanharam a família durante todo o processo.

As demais ações foram realizadas em colaboração com a Secretaria de Obras Públicas (SEMOP) e a Secretaria de Meio Ambiente, que trabalharam na remoção de galhos e árvores nas áreas centrais da cidade, sem registro de vítimas.

Em caso de emergência, como queda de árvores, desabamentos, alagamentos, incêndios, destelhamentos e outras ocorrências que representem riscos à vida, a população pode acionar a Defesa Civil pelo número 193.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook