WhatsApp
Facebook
Decisão que suspende licença para construção da Ponte de Guaratuba recebe críticas do Sinduscon-PR

O Sinduscon-PR, entidade que representa a indústria da construção no Paraná, emitiu um comunicado nesta semana demonstrando séria preocupação com a suspensão da licença prévia para a construção da Ponte de Guaratuba. A decisão judicial paralisou os processos em andamento e atrasará o início das obras.

A construção da ponte é um projeto de grande relevância para o desenvolvimento do estado. Segundo a entidade, a decisão da Justiça Federal afeta negativamente a população paranaense, que aguarda essa obra há mais de 40 anos.

O Sinduscon pede bom senso das autoridades e órgãos competentes para uma solução rápida desse impasse judicial. A entidade destaca que o projeto é uma demanda da população do litoral para o desenvolvimento econômico e turístico da região.

Em comunicado, o órgão defende que o projeto seguiu todos os procedimentos administrativos e atendeu às exigências ambientais. Além disso, ressalta que o Governo do Estado está empenhado em realizar o projeto de forma segura e com foco no desenvolvimento sustentável.

Em setembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) se posicionou a favor da construção da ponte, ao negar um pedido liminar contra o edital das obras. A decisão da ministra Rosa Weber reconheceu a importância crucial desse projeto para a região.

Antes da suspensão do processo, a obra estava programada para iniciar no segundo semestre deste ano.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook