WhatsApp
Facebook

Equipes da Copel, do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil estão na região do reservatório do Capivari, em Campina Grande do Sul e Bocaiúva do Sul, para orientar a população ribeirinha a respeito da elevação do nível do rio abaixo da barragem da Usina Governador Parigot de Souza. Há previsão de aumento da vazão hoje e nos próximos dias, o que exige atenção por parte dos moradores da região. 

Whatsapp Image 2022 11 30 At 11.15.40 Copel E Bombeiros Alertam Moradores Da Campina Grande Do Sul Sobre Vazão Do Rio Capivari
Os Bombeiros Estão Descendo A Margem Do Rio Comunicando As Pessoas Que O Vertedouro Foi Aberto E Que Vazão Pode Aumentar. Foto: Defesa Civil

Segundo análises preliminares da área de hidrologia da Copel, o rio Capivari atingiu, na terça-feira, as maiores vazões históricas registradas. A barragem instalada no rio para abastecer a usina vinha cumprindo a função de acumulação de água e a hidrelétrica opera com as quatro máquinas em potência máxima. Mesmo assim, a empresa precisou iniciar a abertura de comportas do vertedouro para escoar o excesso de água do reservatório – fato que não ocorria desde 2016. 

Ainda na terça, a Copel solicitou a interdição de uma ponte sobre o rio Capivari, localizada em Campina Grande do Sul, que fica a cerca de um quilômetro da barragem. A última vez em que essa ponte foi afetada pela cheia se deu em 2010.

A prefeitura de Campina Grande do Sul abriu um dreno junto à cabeceira da ponte para aliviar os efeitos da cheia sobre a estrutura e o local permanecerá interditado até a situação ser normalizada.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook