WhatsApp
Facebook

A Copel anunciou nesta terça-feira (5) um investimento de R$ 2,1 bilhões em melhorias na distribuição de energia no Paraná.

O anúncio ocorre em meio a queixas de representantes do setor agropecuário devido às frequentes quedas de eletricidade em áreas rurais.

As mudanças climáticas representam um dos principais desafios para a Copel. O objetivo das melhorias é fortalecer a rede elétrica, visando reduzir os danos e oscilações causados por rajadas de vento e raios. Segundo o Simepar, no ano passado, ocorreram 24 tempestades no estado, sendo 15 delas no último trimestre.

As melhorias incluem a construção de 18 novas subestações até 2026, das quais três de 138 mil volts devem entrar em operação ainda este ano: Petrópolis, em Francisco Beltrão; Morangueira, em Maringá; e São Miguel do Iguaçu, em São Miguel do Iguaçu. Além disso, outras 80 subestações serão ampliadas e modernizadas, e 12 linhas de distribuição de alta tensão serão implementadas para conectar subestações e reforçar a redundância da rede.

Outro destaque, segundo a companhia, são os investimentos no programa Paraná Trifásico, que prevê a substituição de 25 mil quilômetros da rede rural por uma rede trifásica, com cabos protegidos e capacidade de comunicação remota. Até o final deste ano, 20 mil quilômetros devem ser entregues, correspondendo a 80% do total.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook