WhatsApp
Facebook

Um motorista de um caminhão e seu ajudante acabaram presos na última semana, após simularem o roubo de uma carga em Campina Grande do Sul. A prisão da dupla aconteceu em Barra do Turvo (SP) e contou com o apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A história original contada pelo caminhoneiro foi a de que ele teve a carga de 31 toneladas de vergalhões de ferro roubada enquanto trafegava pela BR-116, em Campina Grande do Sul. No entanto, o motorista acabou sendo flagrado em São Paulo com a carga que ele disse ter sido levada.

A situação ocorreu depois que agentes da GCM, durante patrulhamento pela região do Caraguatá, área rural de Campina Grande do Sul, se depararam com um caminhão Mercedes-Benz – sem o semirreboque – abandonado em um local ermo.

Suspeitando que poderia se tratar de um roubo de carga seguido do sequestro do caminhoneiro, a Guarda verificou através de câmeras de monitoramento instaladas na rodovia, a carga sendo transportada por outro caminhão modelo Scania, que tinha como rota de fuga o estado de São Paulo.

A empresa responsável pela carga e o veículo, que é de Santa Catarina – bem como a PRF paulista – foram informadas da situação. Iniciou-se então bloqueios em pontos da rodovia na tentativa de localizar o material roubado.

Quando o caminhão passava pelo módulo da PRF de Barra do Turvo, no interior do estado de São Paulo, os policiais fizeram a abordagem. No interior do veículo, os policiais identificaram que no banco do carona estava o motorista do caminhão, e que a carga que ele levava era a dos vergalhões roubados.

Ao verificarem a carreta, os policiais perceberam que a placa original estava encoberta por placa falsa presa por elástico, bastando apenas soltá-lo para chegar à placa original. A carga, pouco mais de 31 Toneladas de vergalhões de ferro, estava intacta.

Questionados novamente, a dupla acabou por admitir que estava simulando o roubo da carreta e da carga de vergalhões. Em troca, eles disseram que receberiam R$ 10 mil pela empreitada criminosa.

A dupla foi encaminhada pela PRF à delegacia de Barra do Turvo.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook