WhatsApp
Facebook
Cabeleireiro há 35 anos, Fabio testemunha parte da história de Quatro Barras

Dos seus 50 anos de idade, 35 deles foram passados dentro de um salão. Fabio Basílio começou aos 14 a trabalhar como cabeleireiro em um modesto espaço situado no pátio do antigo posto Locatelli, na BR-116. Ele começou o ofício incentivado pelo pai, Nino Basílio, que foi um importante professor na vida do então jovem profissional. Fabio se especializou com alguns cursos pelo SENAI e junto com o pai tocou o primeiro salão da família até meados dos anos 2000.

O filho mais velho entre cinco irmãos, Fabio vem testemunhando parte da história de Quatro Barras, já que entre os clientes que atende em seu salão, no bairro Menino Deus, estão figuras públicas que muito contribuíram para a formação da cidade. Das personalidades que já passaram pelas suas tesouras estão ex-prefeitos, senadores e até um ex-presidente da República, além de profissionais que atuam nas áreas da segurança pública e do Judiciário, que optam em cortar o cabelo com ele porque consideram o atendimento mais “reservado”.

“Muitos querem privacidade, pois já vivem uma vida em que os olhos da sociedade estão voltados para eles. Aqui o espaço é mais tranquilo, eles podem chegar sem ter a preocupação que vai aparecer alguém pedindo algo ou fazendo ameaças, por exemplo”, comenta.

Fabio só atende com hora marcada e assunto é o que não falta entre os clientes durante o atendimento. “É sempre futebol, política. Há situações em que acabo sendo um psicólogo, confidente. Como fica só eu e o cliente no salão, alguns se sentem confortáveis em relatar muitos segredos e histórias pessoais. Mas tudo que é dito morre ali mesmo, não comento com ninguém!”.

Apesar da longa carreira, Fabio está em seu segundo endereço, hoje localizado na Rua Papa João Paulo I, Nº 1839. De volta ao passado, ele conta que a criação do Contorno Leste, cujo traçado desviou o tráfego pesado de caminhões da BR-116, obrigou ele a transferir o salão do posto de combustível para um pequeno espaço em sua própria casa. “O movimento de clientes caiu bastante na época. Como já tinha uma clientela formada, comuniquei que passaria a atendê-los em minha residência. Deu certo e estou aqui já fazem 20 anos”.

Em meio as transformações tecnológicas virtuais, o cabeleireiro se mostra resistente ao uso das redes sociais, tanto que ele não possui nenhum perfil digital, seja pessoal ou profissional. Para não dizer que ele não utiliza a tecnologia ao seu favor, o WhatsApp é uma exceção. Normalmente ele usa a plataforma somente para trocar mensagens com clientes que desejam marcar um atendimento. “Vivo muito bem sem redes sociais. Prefiro o anonimato, sem mostrar minha vida publicamente. É melhor assim”, comenta.

Sobre as expectativas profissionais futuras, Fabio afirma que pretende trabalhar por muitos anos. “Tenho saúde de sobra. Me considero jovem e pretendo cortar muito cabelo ainda. Quando perceber que as mãos já não estão conseguindo mais, vou parar e curtir a vida. Mas isso espero que esteja longe de acontecer”, brinca.

Primeiro Salao Localizado No Antigo Posto Locatelli Em 1989 Rotated Cabeleireiro Há 35 Anos, Fabio Testemunha Parte Da História De Quatro Barras
Primeiro salão localizado no antigo posto Locatelli em 1989

Foto: Adilson Santos / Jornal União

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook