WhatsApp
Facebook
Brasil Pode Apresentar Até 4,2 Milhões De Casos De Dengue Ao Longo De 2024

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (30), em Brasília, uma estimativa para o ano de 2024, prevendo que o Brasil registrará 1.960.460 casos de dengue. Entretanto, essa estimativa tem uma variação que pode oscilar entre 1.462.310 e 4.225.885 casos.

Os dados foram apresentados durante um encontro entre representantes da Sala Nacional de Arboviroses, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Nas quatro primeiras semanas do ano, o país já acumula 217.841 casos prováveis da doença, com 15 mortes confirmadas e 149 em investigação. A incidência é de 107,1 casos para cada grupo de 100 mil habitantes, e a taxa de letalidade está em 0,9%. No balanço anterior, que abrangia as três primeiras semanas de 2024, o país registrava 12 mortes e 120.874 casos prováveis da doença, com 85 óbitos em investigação.

Quanto à vacinação, a distribuição da vacina contra a dengue para os 521 municípios brasileiros selecionados está prevista para começar na segunda semana de fevereiro. A ministra da Saúde, Nísia Trindade, explicou que a entrega das doses ainda não ocorreu devido a uma exigência da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que deve ser cumprida pelo laboratório Takeda, responsável pela produção do imunizante. A Anvisa solicita que a bula esteja em português, e esse processo está sendo finalizado.

A vacinação será destinada a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, uma faixa etária que concentra um dos maiores números de hospitalizações por dengue. No período de janeiro de 2019 a novembro de 2023, esse grupo representou 16,4 mil hospitalizações, ficando atrás apenas dos idosos, para os quais a vacina não foi autorizada. O esquema vacinal consistirá em duas doses, com um intervalo de três meses entre elas. A definição do público-alvo e das regiões prioritárias ocorreu devido à capacidade limitada de fornecimento de doses pelo laboratório fabricante da vacina. A primeira remessa, com aproximadamente 757 mil doses, chegou ao Brasil em 20 de janeiro, enquanto outra remessa, com mais de 568 mil doses, está prevista para fevereiro.

Foto: Lúcio Bernardo Jr

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook