WhatsApp
Facebook
Agronutri inaugura parque industrial em Quatro Barras, com investimento de mais de R$ 15 milhões

A indústria paranaense do setor de nutrição animal, Agronutri, inaugurará seu parque industrial em outubro, com um investimento de R$15 milhões. A unidade, localizada em Quatro Barras, Paraná, abrange 58.650 metros quadrados de área, dos quais 7.200 metros quadrados são construídos. Esta instalação contará com tecnologia avançada, automação e rastreabilidade no setor de nutrição animal, focando na alta produtividade. Produzirá produtos formulados pelo grupo espanhol Farm Faes, bem como produção própria e para terceiros. A produção estimada é de 35 mil toneladas/ano de premix, núcleo vitamínico e concentrados.

O diretor da Agronutri, Fábio Ebrahim, enfatizou que a inauguração do parque fabril é um passo adiante em um projeto iniciado há dois anos no Brasil, com mais de 20 produtos registrados, incluindo aditivos e nutracêuticos, que resultarão em mais de 100 fórmulas produzidas na instalação.

Esta parceria com a empresa espanhola Farm Faes visa principalmente o mercado de suínos, que demanda extensa pesquisa e desenvolvimento a nível mundial. O foco é no desenvolvimento de soluções nutricionais que permitam o manejo nas granjas sem o uso de antibióticos ou fármacos tradicionalmente empregados. Ebrahim ressalta que as fórmulas atendem às exigências do mercado europeu e os padrões globais.

Nutrição de precisão

A busca por maneiras de otimizar a nutrição dos animais, a fim de garantir o melhor desempenho produtivo e reduzir os custos com alimentação, é uma constante no mercado de nutrição animal. O desenvolvimento de rações balanceadas e o uso de tecnologias que melhorem a conversão alimentar e a digestibilidade dos nutrientes são algumas das estratégias utilizadas para maximizar a eficiência alimentar e, consequentemente, reduzir os custos “A indústria de nutrição animal tem alcançado avanços significativos nos últimos anos, fruto de contínuos investimentos em pesquisas e avanços tecnológicos. Adaptar-se às demandas em constante mudança é essencial para oferecer soluções adequadas a cada necessidade”, explica o diretor.

Com avanços em vários segmentos, a tecnologia também alcança o agronegócio, promovendo mudanças importantes na produção animal. Um exemplo disso é a Nutrição de Precisão na suinocultura, que torna a alimentação de suínos mais eficaz. Esse conceito utiliza o poder da tecnologia para prescrever dietas, fornecendo nutrientes na qualidade e quantidade exatas que o organismo precisa para manter o animal saudável e produtivo.

Segundo um estudo desenvolvido pela Automated Intelligent Precision Feeder System, estima-se que o crescimento na nutrição de precisão pode resultar em uma redução de até 8% dos custos ligados à alimentação de suínos, além de uma diminuição de 40% na excreção de nitrogênio e fósforo, bem como uma redução de 6% nas emissões de gases de efeito estufa.

A empresa espanhola Farm Faes já trabalha com esta tecnologia há anos, e a parceria com a paranaense Agronutri, traz essa inovação para o mercado brasileiro. A fabricante trouxe núcleos vitamínicos e fórmulas especialmente elaboradas para leitões em suas fases iniciais de desenvolvimento. Com isso, os criadores de suínos brasileiros passam a contar com produtos inovadores, elaborados com ingredientes naturais, bioativos e livres de fármacos, que atendem às exigências do mercado europeu há alguns anos.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook