WhatsApp
Facebook
Agências do Trabalhador contribuem para a inserção de 151,4 mil pessoas no mercado formal ao longo de 2023

Em 2023, as Agências do Trabalhador no Paraná intermediaram a colocação de 151.454 pessoas em vagas de emprego, conforme dados do sistema Sine, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Esse número representa um aumento significativo em comparação com 2022, que registrou 122 083 intermediações, resultando em um crescimento de 24%. O desempenho também supera em 38% as colocações de 2021, totalizando 109.482 carteiras assinadas.

Esse resultado é resultado de um crescimento constante ao longo do ano, com o maior aumento ocorrendo em dezembro, passando de 7.333 para 14.700, representando uma evolução de 100%. Em novembro, o crescimento foi de 60%, saltando de 9.418 em 2022 para 15.064 em 2023. Março também se destacou, registrando um aumento de 27%, de 10.522 em 2022 para 13.363 em 2023.

As colocações mensais nas Agências do Trabalhador foram distribuídas da seguinte forma: 8.689 em janeiro, 11.152 em fevereiro, 13.363 em março, 12.079 em abril, 12.297 em maio, 11.822 em junho, 12.440 em julho, 14.705 em agosto, 12.480 em setembro, 12.567 em outubro, 15.064 em novembro e 14.796 até 15 de dezembro, com uma média mensal de cerca de 12 mil encaixes.

O Paraná mantém sua posição de destaque no ranking nacional de empregabilidade via Sine, liderando a lista, seguido por São Paulo e Ceará. O secretário de Estado do Trabalho, Qualificação e Renda, Mauro Moraes, destaca a relevância do desempenho do Paraná na intermediação de mão de obra ao longo do ano. Ele ressalta que, até o início do segundo semestre, a expectativa era de 150 mil encaixes até o final de dezembro, mas com o resultado obtido nos primeiros dias de dezembro, a meta foi ampliada para mais de 155 mil colocações.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook