WhatsApp
Facebook
4ª Conferência Municipal de meio ambiente aborda incentivos ambientais

A abundante diversidade ambiental de Quatro Barras, caracterizada por extensas áreas de Mata Atlântica preservada, notável riqueza hídrica e uma rica gama de espécies animais e vegetais, requer atenção cuidadosa e uma abordagem sustentável. A preservação desse legado esteve no cerne da 4ª Conferência Municipal de Meio Ambiente, organizada na semana passada pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMUMA) com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Bem-Estar Animal.

O evento reuniu uma assembleia diversificada, composta por entidades, profissionais do setor, membros da sociedade civil e representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Entre os presentes, estavam figuras notáveis como o presidente do COMUMA, Fernando Bunn; o secretário de Meio Ambiente, Cariovaldo Ferreira Neto, que representou o prefeito Loreno Tolardo; o promotor de Justiça, Dr. André Luiz de Araújo; o chefe do Escritório Regional de Curitiba do Instituto Água e Terra (IAT), Luiz Fornazzari Neto; a gerente de Biodiversidade, Patrícia Accioly Calderari da Rosa; e o presidente da Cooperativa Agropecuária de Quatro Barras, José Cassiano dos Reis Neto.

Ao abrir o evento, o presidente do COMUMA, Fernando Bunn, ressaltou: “Dada a vasta diversidade ambiental presente em Quatro Barras, é essencial que ouçamos os desejos da população neste dia, juntando ideias e propostas para preservar esse patrimônio”.

O secretário de Meio Ambiente, Cariovaldo, também enfatizou a relevância desse momento. Ele destacou que a conferência é um fórum de participação popular e esforços conjuntos, com ênfase no olhar atento para a cidade, que possui uma herança ambiental significativa.

Luiz Fornazzari Neto, representante do IAT, expressou seu contentamento em participar da conferência em Quatro Barras, uma cidade que ele descreveu como excepcional em termos ambientais. Ele mencionou: “Quatro Barras é verdadeiramente uma cidade especial devido ao seu potencial ambiental, sua riqueza hídrica e a Mata Atlântica. Para nós, é uma satisfação fazer parte deste momento de colaboração em prol de propostas públicas”.

O foco das palestras foi o estímulo à conservação. Três tópicos abordados pelas representantes do IAT, Hillana Maria Siqueira de Oliveira e Thais Fernandes Neulls, foram Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA), Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPN) e ICMS Ecológico. Esses temas fundamentaram a IV Conferência Municipal de Meio Ambiente de Quatro Barras.

Fernando Bunn, presidente do COMUMA, também destacou a importância do Conselho Municipal de Meio Ambiente, que atua como um elo entre a sociedade civil e o poder público. Ele explicou que esse é o espaço onde os cidadãos podem participar, desenvolver e fiscalizar as ações municipais relacionadas ao meio ambiente.

Durante a conferência, foram discutidos os eixos temáticos para a formulação de propostas, que foram levadas à plenária para aprovação. A seguir, ocorreu a eleição das entidades que integrarão o conselho.

A culminação do evento foi a entrega de certificados aos participantes, que somaram mais de cem pessoas ao longo da conferência. O presidente do conselho avaliou: “A conferência desempenhou seu papel na gestão ambiental municipal, uma vez que a participação da sociedade é essencial para alcançar as aspirações da população e conduzir qualquer processo de tomada de decisão na administração ambiental pública”.

WhatsApp
Facebook

Publicações relacionadas

Compartilhe
WhatsApp
Facebook